início da navegação

RESENHAS

(para fazer uma pesquisa, utilize o sistema de buscas no site) VOLTAR IMPRIMIR FAZER COMENTÁRIO ENVIAR POR E-MAIL

Ginástica geral e educação física escolar

.::. Verdes Trigos Cultural .::.*

A ginástica geral tem se firmado dia a dia como uma das possibilidades gímnicas que oferece maior oportunidade de participação das pessoas, de desenvolvimento da criatividade, cooperação e vivência de valores humanos, num espaço de prática prazerosa e inclusiva.

Essa forma de atividade física tem grande aceitação e possibilidade de desenvolvimento tanto nas escolas, academias e clubes como em associações, abrindo amplos caminhos para o profissional de educação física e também para a pessoa comum em busca de uma prática corporal que respeite a sua individualidade, ofereça novas experiências e promova a integração entre os participantes.

Este livro vem minimizar a lacuna bibliográfica sobre a ginástica geral, trazendo informações significativas sobre essa área tanto no Brasil como no mundo, analisando sua trajetória na sociedade contemporânea e refletindo sobre suas possíveis formas de intervenção. Faz uma aproximação maior com o âmbito escolar, lançando um desafio para sua implementação nesse contexto ao reconhecê-la como um dos conhecimentos relevantes a ser tratado pela educação física escolar.

A autora, pela sua grande experiência na área como ginasta, professora em escolas e, atualmente, professora universitária , construiu um texto consistente a partir das pesquisas que realizou em território nacional e internacional, elucidativo pelas inúmeras informações que conseguiu coletar, instigador ao abrir novas janelas para a área da ginástica, otimista ao acreditar nas infinitas possibilidades da ginástica geral e ao mesmo tempo fluente e de leitura agradável. (Elizabeth Paoliello)



Compete a nós, professoras e professores de educação física, sobretudo no contexto escolar, superar os equívocos do passado e do presente e imaginar uma ginástica contemporânea que privilegie, acima de tudo, a nossa dimensão humana, o que quer dizer o ser humano cultura e não o ser humano objeto. Uma ginástica que consiga reagir aos dogmas da ciência positivista para encontrar as suas respostas (ou, ainda, as suas perguntas). Uma ginástica que não esteja sintonizada com os estereótipos de corpo presentes na atualidade, que não esteja interessada em alimentar a ditadura do corpo ideal. Enfim, uma ginástica que crie espaço para o componente lúdico da cultura corporal, redescobrindo o prazer, a inteireza e a técnica/ arte da linguagem corporal. Acredito ser possível projetar essas imagens por meio da ginástica geral. (Eliana Ayoub)

Sobre a Autora:
Eliana Ayoub nasceu em Campinas (SP), em 1966.
É doutora em educação física pela Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas, tendo atuado como professora na educação infantil, ensino fundamental e médio durante nove anos.
Atualmente é professora da Faculdade de Educação da UNICAMP e membro pesquisador do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte.

Sobre o Autor

.::. Verdes Trigos Cultural .::.: .

Da Redação de VERDESTRIGOS.ORG
VerdesTrigos.ORG lhe oferece conteúdo interativo, inteligente, culto e de indiscutível bom gosto. Um sítio cultural do escritor Henrique Chagas. Simplesmente fazendo diferença. Depende de nós

 

< ÚLTIMA RESENHA PUBLICADA | TODAS | PRÓXIMA RESENHA >

LEIA MAIS

Livro de Saramago chega às bancas,  por José Saramago.
"História do Cerco de Lisboa", livro do Nobel de Literatura José Saramago, é o quarto volume da Biblioteca Folha, que está nas bancas nesta semana.  Leia mais
Entre a estatueta e do Oscar e o Oscar da estatueta,  por Tom Lisboa.
“Entre a estatueta do Oscar e o Oscar da estatueta” é o primeiro livro que deixa de lado a questão do mérito da premiação. Esta escolha justifica-se da seguinte forma: se o Oscar representasse a excelência do cinema mundial, teria que cumprir a impossível tarefa de “fazer justiça” a todas as cinematografias; se, por outro lado, fosse um prêmio pouco importante, não teria os altos índices de audiência que registra a cada ano e não contaria com o apoio da mídia, da indústria do cinema e de outros países do mundo.  Leia mais

Faça uma pesquisa no sítio

Utilizando-se uma palavra no formulário, pesquisa-se conteúdo no Sítio VerdesTrigos.

Ir ao início da página