início da navegação

RESENHAS

(para fazer uma pesquisa, utilize o sistema de buscas no site) VOLTAR IMPRIMIR FAZER COMENTÁRIO ENVIAR POR E-MAIL

Circulação internacional e formação intelectual das elites brasileiras

.::. Verdes Trigos Cultural .::.*

Organização:
Ana Maria F. Almeida
Letícia Bicalho Canêdo
Afrânio Garcia
Agueda Bernardete Bittencourt


Livro recebido da Editora Unicamp.

A circulação internacional tornou-se um trunfo decisivo na competição entre elites nacionais e internacionais. Títulos, diplomas e competências adquiridos no estrangeiro vêm-se mostrando recursos centrais nos debates sobre a reforma do Estado, nas transformações do campo científico e nos mecanismos de poder internacionais. Entretanto, as características sociais e intelectuais dos portadores dessas competências permanecem pouco estudadas. Este livro objetiva diminuir essa lacuna, focalizando as experiências concretas dessa forma específica de migração internacional, assim como os investimentos familiares e estatais que a tornam possível.

Este livro discute as novas formas de socialização das elites dirigentes e seus efeitos sobre as modificações nos espaços político, econômico e cultural, notadamente após a Segunda Guerra Mundial. Focaliza essencialmente as condições e os efeitos da intensificação da circulação internacional de estudantes, relacionando-a com o aumento dos investimentos em pesquisa científica ocorrido no pós-guerra em vários países. No Brasil, a criação do CNPq e da CAPES ampliou as possibilidades de formação no exterior, o que, desde a época colonial, era um privilégio das famílias abastadas.

Ao sustentar uma política sistemática de formação de laboratórios reconhecidos internacionalmente, essas agências atenuaram as limitações impostas pela origem social à partida para o exterior. Um grande número de universitários brasileiros teve assim acesso aos principais centros científicos do mundo, obteve títulos e construiu competências altamente valorizadas no mundo contemporâneo.

A atuação dessas agências teve efeitos visíveis na afirmação da nação no contexto internacional, mas não deixou de interferir também na competição entre fações das elites locais. Os artigos aqui reunidos apresentam os primeiros resultados de uma pesquisa desenvolvida por uma rede de pesquisadores brasileiros e franceses associados à Universidade Estadual de Campinas, às Universidades Federais do Rio Grande do Sul, Minas Gerais e São Carlos, ao Centre de Recherches sur le Brésil Contemporais, ao Centre de Sociologie Européenne e ao Centre d´Étude des Mouvements Sociaux, sob a coordenação de Letícia Bicalho Canêdo e Afrânio Garcia.

Sobre o Autor

.::. Verdes Trigos Cultural .::.: .

Da Redação de VERDESTRIGOS.ORG
VerdesTrigos.ORG lhe oferece conteúdo interativo, inteligente, culto e de indiscutível bom gosto. Um sítio cultural do escritor Henrique Chagas. Simplesmente fazendo diferença. Depende de nós

 

< ÚLTIMA RESENHA PUBLICADA | TODAS | PRÓXIMA RESENHA >

LEIA MAIS

A História das Caixas Econômicas,  por Mário Goulart.
Uma obra de abrangência histórica que mostra o importante papel desempenhado pelas caixas econômicas na luta das nações para vencer o flagelo da pobreza. Aborda a história das caixas econômicas na Europa, nos Estados Unidos e no Brasil, trata da questão da função social e levanta alguns questionamentos quanto ao futuro destas instituições diante das radicais mudanças decorrentes da abertura dos mercados.  Leia mais
Entre as Fronteiras - O Manuscrito de Sônia,  por Mariana Brasil.
A brasileira Sônia escreveu uma história sobre prostituição. E acabou inspirando Paulo Coelho.  Leia mais

Faça uma pesquisa no sítio

Utilizando-se uma palavra no formulário, pesquisa-se conteúdo no Sítio VerdesTrigos.

Ir ao início da página