início da navegação

RESENHAS

(para fazer uma pesquisa, utilize o sistema de buscas no site) VOLTAR IMPRIMIR FAZER COMENTÁRIO ENVIAR POR E-MAIL

Ira Implacável

Luis Eduardo Matta*

Euzébio Vianna, um conceituado general e estrategista carioca, é escalado pelas Nações Unidas para integrar uma junta internacional encarregada de evitar a consumação de uma grande conspiração terrorista encabeçada por Ali Ahmad, um dos homens mais procurados do mundo, responsável, nos últimos anos, por uma sucessão de atentados que deixou um rastro de centenas de mortos e mutilados.

O mistério que cerca Ahmad é enorme e assustador : seu rosto é totalmente desconhecido; sua origem é um enigma; seu paradeiro é e sempre foi ignorado. Nada se sabe a seu respeito, além da sua audaciosa estratégia de invariavelmente comunicar com antecedência os alvos e datas de seus atentados, num desafio declarado às forças policiais e de inteligência internacionais que nunca foram capazes de detê-lo.

E agora, Ali Ahmad vai ainda mais longe. Ele promete que, dentro de seis meses, irá aniquilar duas importantes capitais do Oriente Médio - Beirute, no Líbano e Tel-Aviv em Israel. A aposta é alta. Ali Ahmad nunca falhou em sua missão de disseminar o terror. Tudo indica que desta vez não será diferente. Pode ser o início do fim dos tempos.

Em meio a tudo isso, um fato novo, totalmente imprevisto surge no cenário político mundial : Irã e Israel, inimigos históricos e mortais, revelam que estão acertando os últimos detalhes para um acordo de paz, previsto para ser sacramentado no mesmo dia do grande atentado de Ali Ahmad. Vista de fora, a iniciativa parece louvável.

No entanto, o general Euzébio Vianna sabe que nada acontece por acaso no mundo imprevisível das relações internacionais. Quando as primeiras contradições vêm à tona, Vianna, auxiliado por seu colega e amigo, o general argentino Mariano Toledo, decide descobrir a verdade por trás das aparências. Eles se vêem imediatamente envolvidos numa teia obscura de fatos, que conduzem a revelações estarrecedoras. E a um final surpreendente.

Sobre o Autor

Luis Eduardo Matta: Luis Eduardo Matta nasceu no Rio de Janeiro em 1974. É autor de romances de suspense e espionagem. Sua estréia na literatura aconteceu em 1993, com "Conexão Beirute-Teeran", uma narrativa policial ambientada no pós-guerra do Líbano, com prefácio de Mansour Challita. "Ira Implacável" é o seu segundo romance. Site oficial: www.lematta.com

 

< ÚLTIMA RESENHA PUBLICADA | TODAS | PRÓXIMA RESENHA >

LEIA MAIS

Cartas não blefam,  por Jorge Pieiro.
De Iacyr Anderson Freitas, digamos que se ele não traiu a poesia, tentou mostrar que sabe escrever também em prosa. Deu-nos uma prova.  Leia mais
O POETA EM PROSA,  por Fernando Fábio Fiorese Furtado.
Sob o título Dicionário mínimo, Fernando Fábio Fiorese Furtado reuniu textos poéticos de origens várias e autoria por vezes indecidível, escritos e coligidos entre 1998 e 1999.  Leia mais

Faça uma pesquisa no sítio

Utilizando-se uma palavra no formulário, pesquisa-se conteúdo no Sítio VerdesTrigos.

Ir ao início da página