início da navegação

RESENHAS

(para fazer uma pesquisa, utilize o sistema de buscas no site) VOLTAR IMPRIMIR FAZER COMENTÁRIO ENVIAR POR E-MAIL

Terras Prometidas - Do Bom Retiro a Manhattan

Caio Blinder*

Caio Blinder, jornalista, ex-editor da Folha de S.Paulo e há dez anos comentarista do programa Manhattan Connection, reúne neste livro suas reflexões sobre a condição judaica em pequenas crônicas cheias de erudição e bom-humor. Seus temas vão da política à cultura, da observação cotidiana à filosofia milenar, das relações internacionais às reminiscências pessoais, num melting pot encantador e, ao mesmo tempo, profundamente reflexivo. Os personagens deste livro são Woody Allen e Ariel Sharon, Phillip Roth e Jerry Seinfeld, Groucho Marx e Karl Marx, todos finamente observados pelos óculos e a pena afiada de Caio Blinder.

"Terras prometidas" é uma obra para todos os leitores que se interessam por temas que, muito além de preocupações de caráter étnico ou comunitário - a como o Holocausto, o Oriente Médio ou a cultura judaica norte-americana -, são questões que se refletem na política e no cotidiano de todo o mundo contemporâneo. A perspectiva de Caio - judeu, jornalista, paulistano e radicado em Nova York - é tanto judaica quanto cosmopolita, tanto afetiva quanto analítica. Nas palavras do próprio Blinder, este é o livro de "um jornalista brasileiro que assume mais a sua judaicidade, que é um dado existencial, do que o judaísmo, que é uma religião."

Por que os judeus são perseguidos? Por que não conseguem a paz com os palestinos? De onde vem o bom humor? Por que Seinfeld é genial? Estas e muitas outras perguntas ressaltam o enfoque jornalístico do livro. "Caio não responde tudo, mas é bom de perguntas", diz o autor, definindo seu trabalho com o humor que leitores e espectadores já conhecem.

Moacir Sclyar, na orelha da coletânea, define muito bem este livro como "um abrangente painel dos conturbados tempos em que vivemos. Neste sentido, o título é mais do expressivo. Todos estamos em busca de Terras prometidas; todos nós estamos atrás de causas, de ideais. Ao refazer, através de textos, sua trajetória pessoal ("Do Bom Retiro a Manhattan") Caio Blinder mostra que esta busca envolve também um elemento de subjetividade. Seus artigos, publicados em numerosos e qualificados órgãos da imprensa brasileira, resultam de cuidadosa e bem fundamentada análise, mas envolvem também um elemento pessoal, sob forma de sincero e comovedor depoimento."

Sobre o Autor

Caio Blinder: Caio Blinder tem 45 anos, é jornalista desde 1977 e queria ser jornalista desde que começou a ler jornal, logo após aprender a ler. Está na ponte aérea Brasil-EUA desde 1982. Participa do programa "Manhattan Connection", da Globosat, é correspondente da rádio Jovem Pan em Nova York, escreve no Diário de Notícias, de Lisboa, é colaborador das revistas Primeira Leitura, Exame, Consumidor Moderno, Card News. É analista da BBC Brasil e tem coluna na Tribuna Judaica. Caio mora com a mulher Alma e as filhas Aiza e Ana no subúrbio nova-iorquino de Glen Rock. Ainda encontra tempo para ver um filme do Woody Allen, ler um livro de Philip Roth, jogar squash e acompanhar a cotação do Real na Internet.

 

< ÚLTIMA RESENHA PUBLICADA | TODAS | PRÓXIMA RESENHA >

LEIA MAIS

Pra começo de conversa,  por Viegas Fernandes da Costa.
São 35 crônicas selecionadas pelo próprio autor dentre as melhores que publicou na mídia. Segundo a escritora Urda Alice Klueger, que assina a apresentação da obra, “são textos que nos podem fazer rir quanto revirar o que temos de mais íntimo e nos apunhalar de dor; são como afiadas espadas de luz que Viegas cria com leveza ou angústia, e que nos esperam no livro para nos atravessar”  Leia mais
Entre as Fronteiras - O Manuscrito de Sônia,  por Mariana Brasil.
A brasileira Sônia escreveu uma história sobre prostituição. E acabou inspirando Paulo Coelho.  Leia mais

Faça uma pesquisa no sítio

Utilizando-se uma palavra no formulário, pesquisa-se conteúdo no Sítio VerdesTrigos.

Ir ao início da página