Crônicas,contos e outros textos

PÁGINA PRINCIPAL LISTA DE TEXTOS Sabine Kiefer


COMPARTILHAR FAVORITOS ver profile do autor fazer comentário Recomende para um amigo Assinar RSS salvar item em delicious relacionar no technorati participe de nossa comunidade no orkut galeria relacionar link VerdesTrigos no YouTube fazer uma busca no VerdesTrigos Imprimir

São Miguel das Missões Verdes Trigos em São Miguel das Missões/RS - Uma viagem cultural

VerdesTrigos está hospedado no Rede2

Leia mais

 




 

Link para VerdesTrigos

Se acha este sítio útil, linka-o no seu blog ou site.

Anuncie no VerdesTrigos

Anuncie seu livro, sua editora, sua arte ou seu blog no VerdesTrigos. Saiba como aqui

Acabou!

por Sabine Kiefer *
publicado em 07/07/2006.

Como se acordasse de um sonho ... não é bonito, cair no real. A nossa seleção não ganhará a Copa. Logo antes do final do jogo, os dois gols acabaram com uma emoção cada vez mais acelerada. Estou triste. Chorei com os jogadores. Sinto com o técnico Klinsmann que tentou achar as palavras certas na entrevista na televisão, com a voz ainda frágil.

Depois de cada jogo da seleção alemã, não conseguia imaginar como o clima pudesse se intensificar. Hoje, a loucura já estava começando à tarde. O programa de rádio transmitiu um especial de cinco horas sobre esta partida. A cidade de Colônia cheia de torcedores tanto da Itália quanto da Alemanha. Duas horas antes do jogo, já foi dificil achar um lugar nos bares. Não houve mais outro assunto do que o jogo e as suas estatísticas significativas. No estádio de Dortmund, a seleção alemã nunca tinha perdido um jogo. Nas duas Copas passadas, Itália sempre perdeu contra a seleção anfitriã, a França em 1998 e a Coréia do Sul em 2002. Hoje, não valeram nada.

– Ótimo, Lehmann, ótimo Bernhard – cada um no bar acompanhou a seleção como se estivesse no gramado. 100 comentaristas num lugar! Depois dos gols, muitos limparam as lágrimas dos seus olhos, o espanto no rosto.

Como muitos alemães, tenho admiração pela Itália, pelo seu sentido de beleza, pela „dolce vita“. À tarde, estava com raiva da minha colega Martina que torceu pela Itália, pois viveu muitos anos em Roma. Mas, no fundo do meu coração, entendi. Minha tia mais amada sempre viajava a Itália. E faz 50 anos que os primeiros italianos vinham pra ça para trabalhar, se integraram e influênciaram a nossa vida aqui.

Estão fazendo festa lá fora. Não consigo entrar, a tristeza está maior.

Sobre o Autor

Sabine Kiefer: Sabine Kiefer, alemã, nasceu em 1962 em Colônia, onde ficará nossa Seleção durante a Copa. É formada em antropologia cultural, português e economia. Esteve no Brasil pela primeira vez em 1986 quando desenvolveu sua tese de mestrado sobre o fundador da cidade de Blumenau/SC. Esteve inúmeras vezes e por longo tempo em Santa Catarina. Tornou-se uma grande admiradora do nosso país. Sua visão desde a Alemanha é muito interessante. Hoje trabalha em uma emissora de rádio de Colônia, Alemanha.

< ÚLTIMA PUBLICAÇÃO | TODAS | PRÓXIMA>

LEIA MAIS


Registrar para quê? pensamentos rápidos, por Henrique Chagas.

O Homem e o Viaduto, por Rogério Miranzelo.

Últimos post´s no Blog Verdes Trigos


Busca no VerdesTrigos