Crônicas,contos e outros textos

PÁGINA PRINCIPAL LISTA DE TEXTOS Sabine Kiefer


COMPARTILHAR FAVORITOS ver profile do autor fazer comentário Recomende para um amigo Assinar RSS salvar item em delicious relacionar no technorati participe de nossa comunidade no orkut galeria relacionar link VerdesTrigos no YouTube fazer uma busca no VerdesTrigos Imprimir

São Miguel das Missões Verdes Trigos em São Miguel das Missões/RS - Uma viagem cultural

VerdesTrigos está hospedado no Rede2

Leia mais

 




 

Link para VerdesTrigos

Se acha este sítio útil, linka-o no seu blog ou site.

Anuncie no VerdesTrigos

Anuncie seu livro, sua editora, sua arte ou seu blog no VerdesTrigos. Saiba como aqui

Que jogo!

por Sabine Kiefer *
publicado em 15/06/2006.

Pude assistir apenas a segunda metade do jogo de ontem num barzinho perto da minha casa. Tive que trabalhar.

– Está faltando a velocidade na seleção alemã - disse o comentarista da nossa televisão, bem no começo da segunda etapa.

O senhor ao meu lado concordou. Logo depois o Odonkor que nunca havia feito um jogo internacional entrou. Nós todos aplaudimos. Tenho certeza: ele será a nova estrela do nosso time.

Depois do cartão vermelho para Sobolewski, os polonêses não tinham nenhuma chance. Foi um bombardeio de ataques da nossa seleção. Juro que nós no bar fizemos tudo para colocar nosso time para frente. Gritamos, pulamos, dançamos – o torcedores alemães se soltaram. Mais uma vez, um baixinho, depois do Lahm no primeiro jogo, o Neuville nos salvou. E juro mais uma vez, o barzinho começou a „voar“ de tanta energia. Pessoas que nem se conheciam se abraçaram. Pulamos, gritamos, beijamos.

– Conseguimos, conseguimos – foi o que disse o senhor ao meu lado e abraçou o dono do bar.

Nunca vi o técnico da nossa seleção tão feliz. É uma maravilha. Mesmo aqui nos arredores da cidade estou escutando os carros buzinando. Desculpem, tenho de entrar nesta festa. Até logo.

Sobre o Autor

Sabine Kiefer: Sabine Kiefer, alemã, nasceu em 1962 em Colônia, onde ficará nossa Seleção durante a Copa. É formada em antropologia cultural, português e economia. Esteve no Brasil pela primeira vez em 1986 quando desenvolveu sua tese de mestrado sobre o fundador da cidade de Blumenau/SC. Esteve inúmeras vezes e por longo tempo em Santa Catarina. Tornou-se uma grande admiradora do nosso país. Sua visão desde a Alemanha é muito interessante. Hoje trabalha em uma emissora de rádio de Colônia, Alemanha.

< ÚLTIMA PUBLICAÇÃO | TODAS | PRÓXIMA>

LEIA MAIS


Consciência de forma e de classe num romance visceralmente paulista, por Chico Lopes.

O sacrifício de Yitzhak Rabin, por Amós Oz.

Últimos post´s no Blog Verdes Trigos


Busca no VerdesTrigos