Crônicas,contos e outros textos

PÁGINA PRINCIPAL LISTA DE TEXTOS Vânia Moreira Diniz


COMPARTILHAR FAVORITOS ver profile do autor fazer comentário Recomende para um amigo Assinar RSS salvar item em delicious relacionar no technorati participe de nossa comunidade no orkut galeria relacionar link VerdesTrigos no YouTube fazer uma busca no VerdesTrigos Imprimir

São Miguel das Missões Verdes Trigos em São Miguel das Missões/RS - Uma viagem cultural

VerdesTrigos está hospedado no Rede2

Leia mais

 




 

Link para VerdesTrigos

Se acha este sítio útil, linka-o no seu blog ou site.

Anuncie no VerdesTrigos

Anuncie seu livro, sua editora, sua arte ou seu blog no VerdesTrigos. Saiba como aqui

Olga Prestes, a mulher apaixonada e corajosa

por Vânia Moreira Diniz *
publicado em 16/08/2004.

A história é a tradição de um povo, evidenciando para futuras gerações os acontecimentos e as pessoas que de uma forma ou outra participaram dela. È a tradição que é transmitida às gerações que virão, muitas vezes com certas falhas mas na verdade, sem isso não teríamos o conhecimento de nossas origens.

Nos anos de minha infância o Brasil sofria as conseqüências da revolução de 1964 e eu tinha alguns parentes que haviam sofrido a dor de prisões e exílio mas na casa de meus pais e avós, famílias de políticos, nossas perguntas eram respondidas abertamente. E pude perceber que o Brasil não vivia em liberdade e que os militares governavam o país em regime de exceção. Só pude votar pela primeira vez assim como muitos e muitos brasileiros quando Fernando Collor se candidatou, embora não o tenha escolhido. Nunca acreditei nesse homem que falava em marajás e não dava exemplo de uma vida realmente voltada para os sacrifícios que a época exigia.

Meu avô também regredindo no tempo, falava muito de várias personalidades, principalmente de Carlos Prestes e apaixonei-me pela figura humana e corajosa de Olga Benário Prestes, a alemã nascida em Monique que aos quinze anos começara em sua própria terra o movimento a favor do comunismo.

Apaixonada por livros históricos, passei a ler e pesquisar a vida dessa mulher tão extremamente corajosa. Muito jovem foi viver e lutar com Oto Braun, sendo até sua secretária, datilografava seus textos tendo e mantinham um romance apaixonado, embora as constantes atividades não os deixassem vivê-lo como desejavam mas acabam ambos presos e Olga após ser libertada prossegue em suas atividades.

Sua mais importante missão foi justamente realizar uma revolução Comunista no Brasil e fora escolhida para acompanhar Carlos Prestes e para isso iriam fingir um casal em lua de mel. As identidades tinham que ser preservadas para o êxito da missão E essa intimidade, o conhecimento um dos outro, a luta pela mesma causa fizeram com que realmente se apaixonassem. Foi o grande amor desse militar que comandou A “Coluna Prestes” e que dedicou à vida ao comunismo.

O Brasil também seduzira a jovem porque acostumada a viver em lugares escuros e frios, o sol, a luminosidade, a beleza do nosso país conquistaram-na completamente.

Não vou contar a sua história, apenas prestar minha homenagem a uma mulher cuja coragem fascina, pelo seu espírito de dedicação e pelos sofrimentos que enfrentou em causas que idealizava.

Conhecida e admirada por vários membros da revolução no decorrer da chamada”Intentona Comunista” da qual se tornou a chefe e com a derrocada da revolução,foi entregue pelo Presidente brasileiro Getúlio Vargas ao Ditador Hitler e condenada a voltar para Alemanha, grávida de sete meses e longe do Brasil que ela amava verdadeiramente. Teve sua filha, Anita Leocádia, em dias escuros de sofrimento.

A dor pelo que aconteceria à sua filha, leva-a quase á loucura e na verdade Olga prestes foi rejeitada até por sua mãe.. O tormento de Olga foi difícil, o ódio a circundava, a maldade e a indiferença dominavam aqueles tempos e ela passava em prisões misturada a todo tipo de prisioneiras e sofrendo pelos ideais que a levara a lutar acerbamente.Os últimos dias de sua vida difícil e valorosa, passou em campo de concentração nazista e morreu vítima de gás letal.

Certamente na história as figuras de várias valorosas mulheres se destacaram e Olga fora uma dessas mulheres extraordinárias tanto que lutou até o fim sendo torturada, chicoteada, rebaixada, humilhada e com o afastamento de sua filhinha que não sabia para onde tinha ido e do marido que amava. Muitas coisas se passaram e as sucessivas torturas longas e intensas.. Agora o filme sobre essa mulher impregnada de vigor desde os primeiros anos de vida que sofreu tormentos jamais imaginados vai ser exibido no fim desse mês mais uma vez mostrando ao mundo que a figura de Olga Benário Prestes se eternizou por seus atos, fibra, sofrimentos, fé, e coragem. Ela acreditava no que fazia e por ele, um objetivo que norteou sua vida, morreu mortificada e em agonia.

Sobre o Autor

Vânia Moreira Diniz: Vânia Moreira Diniz é pesquisadora, humanista, escritora y poeta.
Participa do livro Roda Mondo, Roda-Gigante
http://www.vaniadiniz.pro.br

< ÚLTIMA PUBLICAÇÃO | TODAS | PRÓXIMA>

LEIA MAIS


Jerusalén, La otra plegaria, por Edith Goel.

MENINOS DO PORTINARI, por Pablo Morenno.

Últimos post´s no Blog Verdes Trigos


Busca no VerdesTrigos