Crônicas,contos e outros textos

PÁGINA PRINCIPAL LISTA DE TEXTOS Carol Westphalen


COMPARTILHAR FAVORITOS ver profile do autor fazer comentário Recomende para um amigo Assinar RSS salvar item em delicious relacionar no technorati participe de nossa comunidade no orkut galeria relacionar link VerdesTrigos no YouTube fazer uma busca no VerdesTrigos Imprimir

São Miguel das Missões Verdes Trigos em São Miguel das Missões/RS - Uma viagem cultural

VerdesTrigos está hospedado no Rede2

Leia mais

 




 

Link para VerdesTrigos

Se acha este sítio útil, linka-o no seu blog ou site.

Anuncie no VerdesTrigos

Anuncie seu livro, sua editora, sua arte ou seu blog no VerdesTrigos. Saiba como aqui

Zeitgeist: o que estamos vivendo?

por Carol Westphalen *
publicado em 31/10/2008.

Segundo o filósofo alemão Johann Gottfried Herder (Séc. XVIII), zeitgeist é o espírito que guia uma geração ou uma época – anos mais tarde o psiquiatra austríaco Carl Gustav Jung chamou essa idéia de inconsciente coletivo. Cada época tem seu conteúdo, sua direção e seu espírito. A Era de Peixes, por exemplo, teve seu início em 4 a.C. e vai até mais ou menos 2146. A Era de Peixes trouxe sensibilidade e inspiração para a humanidade, no sentido de mostrar o bem que a espiritualidade pode fazer na vida do ser humano. Alguns dizem que a Era de Aquário já começou, outros acreditam que ela irá começar em 2147 ou aproximadamente dois mil anos depois de Cristo. Esta é a era da expansão da consciência, do desenvolvimento da telepatia, da quebra de barreiras, dos movimentos humanitários e ecológicos, da união de todos os povos, da exploração de outros sistemas solares e, até mesmo, de contatos com seres de outros mundos ou dimensões. Jesus, segundo a Bíblia, disse: “... os acompanharei na Era de Peixes". O que será que ele quis dizer com isso?

Não gosto de escrever sobre coisas negativas, mas a realidade em que vivemos está aí para quem quiser ver. Apesar dos pesares, acredito que devemos ser otimistas. Afinal, aquela luz no fim do túnel sempre acaba aparecendo. Mas, infelizmente, estamos vivendo uma época aterrorizante. Os meios de comunicação estão nos ensinando a viver com medo de tudo. Os noticiários fazem nosso perímetro urbano ficar cada vez menor. Estamos indo cada vez menos longe de casa. Parece que nossas vidas não têm o merecido valor. Temos a ilusão de que somos livres e independentes. Na verdade, não nascemos livres e logo ficamos endividados, não apenas financeiramente, mas em todos os sentidos. Somos escravos de nossos desejos, ou pior, dos desejos dos outros. Segundo os psicólogos, nossas dívidas jamais serão pagas. Felizmente ou infelizmente, são essas faltas que nos fazem viver.

Estamos vivendo uma das épocas mais desafiadoras que a humanidade já viveu até hoje. O ser humano é uma espécie nova em relação à idade da Terra. Estamos, talvez, recém engatinhando. Temos o costume de apressar as coisas, exigir prazer imediato e de não nos sentirmos culpados por nada. Nos preocupamos apenas com a nossa vida. Desejamos dormir bem, acordar de bom humor, comer bem, levar nossos filhos na escola, trabalhar e consumir tudo o que for possível. Quanto mais se tem, mais é necessário trabalhar. O planeta está passando por uma grande mudança. Não apenas física, como também de temperamento, no sentido de como o planeta vem respondendo aos nossos ataques à natureza. Todos nós sabemos que o planeta está doente. E isso é um reflexo do nosso interior. Esse é um alerta de que precisamos de autoconhecimento. É impossível sermos assertivos com as pessoas e com o mundo se não sabemos nada sobre nós mesmos. O sistema em que vivemos nos faz acreditar que somos impotentes e que as barreiras que temos que atravessar são maiores do que acreditamos ser. Nossos pais, talvez, sejam as únicas pessoas que possam nos dizer quem somos e o quão longe podemos ir. Cada um de nós tem um imenso, lindo e extraordinário poder dentro de si. Basta ter consciência e agir.

Sobre o Autor

Carol Westphalen: Caroline C. Westphalen nasceu em Porto Alegre, mas aos 10 anos foi morar em São Paulo. Formou-se em Comunicação Social e fez pós-graduação em Sócio-Psicologia. Atualmente, mora no litoral do Rio Grande do Sul, faz Psicologia e trabalha como jornalista/colunista.Em 1999, escreveu "Confluência dos Ws" (Editora Writers), uma pequena compilação de crônicas e contos, junto com o amigo Diego Weigelt, crítico de música e radialista. Carol reuniu algumas crônicas em 2004, mas ainda não tem editora. Sinto que meus textos incomodam. Também não gosto de perceber e encarar certas realidades, diz Carol.

Seus textos sobre comportamento e vida também podem ser lidos no site da revista TPM.Carol também escreve um diário: http://www.diariodecarolw.blogger.com.br

< ÚLTIMA PUBLICAÇÃO | TODAS | PRÓXIMA>

LEIA MAIS


Caminho das Pedras: Retrato do artista quando gênio - Vincent Van Gogh, por Agnaldo Farias.

A fria noite do silêncio, por Ronaldo Andrade.

Últimos post´s no Blog Verdes Trigos


Busca no VerdesTrigos