Crônicas,contos e outros textos

PÁGINA PRINCIPAL LISTA DE TEXTOS .::. Verdes Trigos Cultural .::.


COMPARTILHAR FAVORITOS ver profile do autor fazer comentário Recomende para um amigo Assinar RSS salvar item em delicious relacionar no technorati participe de nossa comunidade no orkut galeria relacionar link VerdesTrigos no YouTube fazer uma busca no VerdesTrigos Imprimir

São Miguel das Missões Verdes Trigos em São Miguel das Missões/RS - Uma viagem cultural

VerdesTrigos está hospedado no Rede2

Leia mais

 




 

Link para VerdesTrigos

Se acha este sítio útil, linka-o no seu blog ou site.

Anuncie no VerdesTrigos

Anuncie seu livro, sua editora, sua arte ou seu blog no VerdesTrigos. Saiba como aqui

Livro de Chico Lopes entra em lista dos dez melhores de 2005 de Nelson de Oliveira

por .::. Verdes Trigos Cultural .::. *
publicado em 03/04/2006.

O livro de contos "Dobras da noite", do escritor Chico Lopes, residente em Poços de Caldas, foi lançado no Instituto Moreira Salles local em 26 de novembro de 2004, com noite de autógrafos bem-sucedida e a presença de escritores e amigos do autor. Desde então, tem tido uma ótima acolhida de público e crítica, com destaques em jornais como o Estado de Minas, o Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil (Rio), revista Vogue-Brasil e sites da Internet (Verdes Trigos, Cronópios, Verbo 21). Ignácio de Loyola Brandão, pela ocasião do lançamento, manifestou-se no Estado de S.Paulo, escolhendo o livro como um dos melhores daquele ano, e, no Rascunho, de Curitiba - o maior jornal literário do país - Nelson de Oliveira o destacou como um dos dez lançamentos mais significativos do ano de 2005, no artigo "Carta ao autor fora do baralho". Nelson já havia emitido a opinião no Estado de S.Paulo de fins de 2005 e justificou-a no Rascunho:

"As narrativas deste livro retomam certo projeto literário abandonado pela nova geração, em que a angústia e a claustrofobia existencialista desempenhavam papel fundamental. Esse projeto começou com Dostoievski, passou por Lúcio Cardoso e Raduan Nassar, e agora tem Chico Lopes como talvez seu único autor".

Terceiro livro de Chico terá narrativas longas

Chico comenta a opinião de Nelson: "Realmente, me sinto assim, isolado face à nova geração, pelo meu gosto por autores como Lúcio Cardoso, Julien Green, Dostoievski e outros voltados à dissecação psicológica de feitio expressionista. Acho que é um caminho que não se esgotou e procuro atualizá-lo, revitalizá-lo. Para mim, literatura tem que ser drama, tem que ser incômodo, um incômodo que a um só tempo penetre profundamente na realidade e a transcenda. E não há escolas literárias ultrapassadas. Cada novo escritor, com sua individualidade, se possuir talento, poderá seguir o caminho estético que bem entender. Modismos em nada importam, para mim."

Depois de "Dobras da noite", Chico diz que está tentando novos caminhos. "Pratiquei sempre, de preferência, o conto, a poesia, a crônica, a crítica de cinema, o ensaio, o artigo de jornal - enfim, formas curtas. Publiquei dois livros de contos bem-sucedidos e agora estou entrando em formas longas. Meu novo livro - o terceiro de ficção - terá duas novelas, cada uma com por volta de noventa páginas. É um passo gradativo que acho que estou dando, em direção ao romance, talvez. Procuro movimentos mais amplos, quero viver novos desafios literários."

"Dobras da noite" pode ser encontrado, em Poços de Caldas, na lojinha do Instituto Moreira Salles. Na Internet, pelo site www.ims.com.br


* Chico Lopes (Novo Horizonte/SP, 1952). Escritor, jornalista, crítico de cinema. Vive em Poços de Caldas-MG, desde 1992, onde é programador e apresentador de filmes no Cinevideoclube do Instituto Moreira Salles-IMS (Casa da Cultura). Casado com a mineira (de Botelhos) Maria Vitória da Costa, pai de Elisa. Foi editor de cultura e manteve por cinco anos colunas de cinema e livros no Diário Mantiqueira, de Poços. Hoje, tem coluna mensal fixa no jornal Brand News, também de Poços. Escreve regularmente no site Verdes Trigos. Em 2004, a editora Landmark, de SP, publicou em edição bilíngüe sua tradução para o clássico A volta do parafuso, de Henry James. Tem contos publicados na revista Cult; no jornal Rascunho, de Curitiba; no Suplemento Literário de Minas Gerais, de Belo Horizonte e na revista Jandira, de Juiz de Fora. Publicou Nó de sombras (São Paulo: IMS, 2000) e Dobras da Noite (São Paulo: IMS, 2004). Participou da Antologia do conto brasiliense, organizada por Ronaldo Cagiano, e da antologia Cenas da favela, organizada por Nelson de Oliveira, a ser lançada no segundo semestre de 2005.

Sobre o Autor

.::. Verdes Trigos Cultural .::.: .

Da Redação de VERDESTRIGOS.ORG
VerdesTrigos.ORG lhe oferece conteúdo interativo, inteligente, culto e de indiscutível bom gosto. Um sítio cultural do escritor Henrique Chagas. Simplesmente fazendo diferença. Depende de nós

< ÚLTIMA PUBLICAÇÃO | TODAS | PRÓXIMA>

LEIA MAIS


De Baquetas e Batuta, por Conrad Rose.

Os passos da vida, por Manoel Hygino dos Santos.

Últimos post´s no Blog Verdes Trigos


Busca no VerdesTrigos