Crônicas,contos e outros textos

PÁGINA PRINCIPAL LISTA DE TEXTOS Efraim Rodrigues


COMPARTILHAR FAVORITOS ver profile do autor fazer comentário Recomende para um amigo Assinar RSS salvar item em delicious relacionar no technorati participe de nossa comunidade no orkut galeria relacionar link VerdesTrigos no YouTube fazer uma busca no VerdesTrigos Imprimir

São Miguel das Missões Verdes Trigos em São Miguel das Missões/RS - Uma viagem cultural

VerdesTrigos está hospedado no Rede2

Leia mais

 




 

Link para VerdesTrigos

Se acha este sítio útil, linka-o no seu blog ou site.

Anuncie no VerdesTrigos

Anuncie seu livro, sua editora, sua arte ou seu blog no VerdesTrigos. Saiba como aqui

Árvores e cidades

por Efraim Rodrigues *
publicado em 05/04/2008.

Nesta semana tive uma longa e primeira conversa com um futuro velho amigo que se dedica a árvores em cidades.

A grande preocupação do momento é com a fixação de carbono, que é mais uma justificativa para plantarmos árvores em calçadas. Como em toda bandeira ambiental, há um exército de aspectos atrás dela e neste caso são todos positivos.
As razões para termos mais árvores nas cidades são quase todas óbvias e vou direto às menos óbvias.

Calçadas arborizadas em um clima quente como o nosso, convidam as pessoas a caminhar. Quando as calçadas são utilizadas, as pessoas se cumprimentam, se encontram e se conhecem. Daí, criminosos pensarão três vezes antes de agir em um local com uma teia de conhecimentos. Isto não é especulação. É resultado do cruzamento de dados de crimes com os de qualidade de calçadas.

A árvore faz parte da evolução da nossa espécie, e viver isolado delas equivale a separar-se de uma parte do seu corpo. Como os efeitos não são sentidos a curto prazo por causa de nossa enorme capacidade de adaptação, tendemos a nos enganar que seria possível também adaptar-se a viver longe de árvores. Nunca se ouviu que alguém morreu por falta de árvores ou amigos. Mas muita gente morre de alzheimer, câncer e cardiopatias, todas doenças agravadas pela falta de árvores.

Não temos mais árvores em cidades porque elas dependem de um investimento coletivo para mostrar seu efeito. Uma árvore plantada em uma cidade não faz diferença, mas o todo é composto de unidades, e por isso as pessoas preferem pensar que a árvore em frente à sua casa seria aquela que não faz diferença, não aquela que compõe o todo.

Trocando em miúdos, as famílias tratam as árvores da mesma forma que homossexuais, filósofos e artistas em geral. Acham bonito, tem o maior respeito e admiração, mas na minha casa não !

Não tínhamos mais árvores porque a mão de obra necessária para criar e manter um banco de dados de todas árvores de calçadas em uma cidade era gigantesco. Com os computadores e tecnologias de georeferenciamento atuais, um pequeno grupo de estagiários pode mapear cidades inteiras. Com isto, não só treinamos os amantes de árvores do futuro, como viabilizamos instrumentos legais e fiscais para estimular a presença de árvores em cidades. Isto não é sonho, é algo simples, que muitos países já tem, e que pode trazer efeitos em dimensões muito mais amplas para uma cidade do que fixar carbono e melhorar o clima.

Sobre o Autor

Efraim Rodrigues: Efraim Rodrigues, Ph.D. (efraim@efraim.com.br) é doutor pela Universidade de Harvard, Professor Adjunto de Recursos Naturais na Universidade Estadual de Londrina, Consultor do Programa Fodepal da FAO-ONU e Editor da Editora Planta, sem fins lucrativos.

< ÚLTIMA PUBLICAÇÃO | TODAS | PRÓXIMA>

LEIA MAIS


O Brasil na era da culpa, por Moacyr Scliar.

Pra não perder o costume, por Noga Lubicz Sklar.

Últimos post´s no Blog Verdes Trigos


Busca no VerdesTrigos