Crônicas,contos e outros textos

PÁGINA PRINCIPAL LISTA DE TEXTOS Efraim Rodrigues


COMPARTILHAR FAVORITOS ver profile do autor fazer comentário Recomende para um amigo Assinar RSS salvar item em delicious relacionar no technorati participe de nossa comunidade no orkut galeria relacionar link VerdesTrigos no YouTube fazer uma busca no VerdesTrigos Imprimir

São Miguel das Missões Verdes Trigos em São Miguel das Missões/RS - Uma viagem cultural

VerdesTrigos está hospedado no Rede2

Leia mais

 




 

Link para VerdesTrigos

Se acha este sítio útil, linka-o no seu blog ou site.

Anuncie no VerdesTrigos

Anuncie seu livro, sua editora, sua arte ou seu blog no VerdesTrigos. Saiba como aqui

Está pintando um clima ?

por Efraim Rodrigues *
publicado em 08/12/2007.

A coluna desta semana já estava pronta desde a semana passada. O tema inevitável é a reunião das Nações Unidas para discutir o clima, que está acontecendo em Bali. Igualmente inevitável é que reuniões grandes assim não produzam resultados proporcionais ao seu tamanho. Então, eu iria falar sobre a ineficiência de grandes reuniões, comparada com a pequena reunião sobre Ecologia que participei nesta semana em Curitiba.

Eu já tinha até o argumento que depois de tanta falação, querosene de aviação e copinhos plásticos gastos, a concentração de gás carbônico continua subindo, como o impávido colosso do nosso hino nacional.

Mas eis que os gigantes resolveram mover-se !

A China abandonou a antiga posição de alinhamento com os EUA, deixando-o isolado, como único pais do anexo 1 que não assinou o protocolo de Kyoto. A Austrália também assumiu compromissos arrojados, mas curiosamente, sua delegação foi desmentida pelo premiê Kevin Rudd. É o jeitinho australiano.
Não há ainda muito o que dizer sobre a posição brasileira, a não ser que provavelmente ela será contra o pagamento de créditos pelo desmatamento evitado. Se as taxas de desmatamento da Amazônia vem caindo (exclua o Mato Grosso desta estatística geral !), não seria interessante ganharmos com isto ?

O Brasil provavelmente vai se apoiar no argumento que a entrada de créditos de desmatamento evitado no mercado iria possibilitar aos paises poluidores comprar estes créditos e continuar poluindo. Ou seja, depois de toda esta movimentação financeira, ficaríamos no mesmo ponto. É um argumento razoável, que toca no grande problema do protocolo de Kyoto (eu posso pecar, desde que pague uma indulgência). Na verdade, ele é só uma estratégia para evitar que pagando para evitar o desmatamento, que se levante a tese da internacionalização da Amazônia.

Acho improvável que Estados Unidos um dia use suas armas para proteger a Amazônia da sanha desmatadora de seus atuais proprietários, pois ao contrário do petróleo do Oriente Próximo, a floresta oferece serviços ecológicos e comunitários para todo o planeta. Não é mais interessante deixar que os brasileiros sejam as babás de algo que traz benefícios para todos ? Nacionalistas, podem guardar suas bandeiras.

A grande discussão que a ONU pretendia conduzir com esta reunião, é sobre a criação de um fórum que ao longo de dois anos, definiria o que virá depois de Kyoto. Para a felicidade geral e bem estar do planeta (já que estamos citando os símbolos nacionalistas) os países estão se adiantando à agenda modorrenta da ONU.

Sobre o Autor

Efraim Rodrigues: Efraim Rodrigues, Ph.D. (efraim@efraim.com.br) é doutor pela Universidade de Harvard, Professor Adjunto de Recursos Naturais na Universidade Estadual de Londrina, Consultor do Programa Fodepal da FAO-ONU e Editor da Editora Planta, sem fins lucrativos.

< ÚLTIMA PUBLICAÇÃO | TODAS | PRÓXIMA>

LEIA MAIS


A República de Ascânio, por Airo Zamoner.

Passarinho verde, por Noga Lubicz Sklar.

Últimos post´s no Blog Verdes Trigos


Busca no VerdesTrigos