Crônicas,contos e outros textos

PÁGINA PRINCIPAL LISTA DE TEXTOS Rubens Shirassu Júnior


COMPARTILHAR FAVORITOS ver profile do autor fazer comentário Recomende para um amigo Assinar RSS salvar item em delicious relacionar no technorati participe de nossa comunidade no orkut galeria relacionar link VerdesTrigos no YouTube fazer uma busca no VerdesTrigos Imprimir

São Miguel das Missões Verdes Trigos em São Miguel das Missões/RS - Uma viagem cultural

VerdesTrigos está hospedado no Rede2

Leia mais

 




 

Link para VerdesTrigos

Se acha este sítio útil, linka-o no seu blog ou site.

Anuncie no VerdesTrigos

Anuncie seu livro, sua editora, sua arte ou seu blog no VerdesTrigos. Saiba como aqui

O Menino de Todos

por Rubens Shirassu Júnior *
publicado em 23/08/2004.

Era uma vez um menino moreno quase café com leite. Cabelos brancos como algodão, nariz triangular e, coberto sempre por uma camisa de manga comprida. Sob a camisa, braços bem largos. E um coração alegre, desenhado com traços de uma simplicidade interiorana. Com traços que lembra sua Minas Gerais, ou de tantas paragens. Este menino que não tinha vergonha do que faz. Que também não conseguiu segurar o tempo, mas que tenta colocá-lo hoje no papel, que fez desse tempo uma história que entra pelo coração, às vezes, pegando pelo pé crianças, jovens e adultos.

Em outras, com a carga de ternura que nem acha a palavra exata. Uma ternura tão grande, tão presente, que faz que saiba até o momento exato em que o coração do leitor ameaça saltar pela boca. É quando este menino passarinho não consegue segurar o tempo, aquele mesmo tempo com que brincava tão bem, que dava tempo para tudo.

Ele é um menino cheio de coisas na cabeça. Ele é a essência do menino universal que vive dentro das pessoas em qualquer idade. Apenas um garoto que tinha o olho maior que a barriga, fogo no rabo, vento nos pés e pernas enormes que davam para abraçar o mundo. É um menino impossível, que sabia de tudo. Menos ficar quieto. Que quebrava um vaso aqui e já estava lá, cantava lá e logo estava aqui. Uirapuru, saci, espertinho, bonitinho, ele era – e é – tudo isto.

Quem é que não vai logo se apaixonando por menino assim? Que zelava o caderno no colégio todo dia, que onde tinha um mapa desenhava logo um passarinho. Que tirava dez cheio de contentamento, com um zerinho só num tal de comportamento. Se tinha chuva, ele inventava o sol. Se ficava muito vazio, ele inventava o abraço. E inventava o beijo, a pipa, o balão. E pintava e bordava na sua casa e tem vagas lembranças da casa de seus avós. Um menino que sonhava e inventava mapas das terras perdidas, estrelas e foguetes. E que sabia o maior mistério de todos, com seu jeito de brincar com o tempo.

E dava tempo pra tudo! Para voar na bola, de frente, de lado, de pernas pro ar ou com a bunda no chão. E hoje, a gente tenta encontrar uma espinha se quer nas bochechas da bunda. E dançava no espaço com a bola nas mãos, exaltando a adolescência de mil planos e conflitos. Como se fosse tudo ao mesmo tempo agora! Nesta bateria de emoções e correria, deu uma disritmia no coração do Ziraldo, o pai do Menino Maluquinho, há alguns dias. Ele pensa ser quase igual o Maluquinho, que não quer crescer, quer cristalizar a eterna infância. E é porque o tempo passa que ele descobre o ser criança no Menino Maluquinho: metáfora do garoto feliz, pleno de molecagem e acontecimentos só aparentemente malucos.

Sobre o Autor

Rubens Shirassu Júnior: Designer artístico, jornalista e autor entre outros de Religar às Origens (Ensaios, 2003) e Oriente-se: Manual de Procedimentos no Japão, 1999.
É o autor da coluna OLHO MÁGICO na VERDES TRIGOS.

Contato: jrrs@estadao.com.br

Veja também o "ORIENTE-SE: Manual de Procedimentos no Japão"
Edição Independente de Rubens Shirassu Júnior
Site do Livro: http://www.stetnet.com.br/orientese/

< ÚLTIMA PUBLICAÇÃO | TODAS | PRÓXIMA>

LEIA MAIS


Caso Serra Pelada, por Henrique Chagas.

Fazer as coisas com alegria, por Ignácio de Loyola Brandão.

Últimos post´s no Blog Verdes Trigos


Busca no VerdesTrigos